Moradora de Itupeva Denuncia Uso Indevido da Imagem de Seu Filho em Golpe nas Redes Sociais

COMPARTILHE!



Uma situação preocupante foi registrada em Itupeva, onde uma cidadã dirigiu-se à Polícia Civil para expor um esquema fraudulento envolvendo a imagem de seu filho. Golpistas, utilizando-se da foto do menor, promoveram uma campanha de arrecadação de fundos online, alegando necessidade de recursos para tratar supostas condições respiratórias da criança.

A denunciante apresentou aos responsáveis, o agente Valdemir (sobrenome fictício) e o delegado Josias (sobrenome fictício), evidências do engano, incluindo capturas de tela dos apelos por doações disseminados pelas plataformas digitais. Ela esclareceu que seu filho é saudável e não padece das enfermidades mencionadas nas publicações fraudulentas.

Diante do risco de repercussões adversas e com o intuito de prevenir futuras vítimas desse tipo de fraude, a mãe solicitou às autoridades competentes que adotassem as medidas cabíveis para identificar e responsabilizar os autores dessas postagens enganosas.

A Polícia Civil aproveitou a ocasião para emitir um aviso à comunidade, recomendando cautela no que diz respeito à realização de doações online. Sublinharam a importância de apoiar causas autênticas, validadas por meio de veículos de imprensa confiáveis, como garantia de que a ajuda oferecida atinja de fato quem necessita.

Este episódio serve como lembrete para que a população permaneça vigilante e questione a veracidade de campanhas de arrecadação de fundos nas redes sociais, especialmente quando não há confirmação por fontes seguras e respeitadas.

SIGA NAS REDES SOCIAIS